quinta-feira, 24 de setembro de 2015

O CREDO APOSTÓLICO - JESUS QUE CONCEBIDO PELO ESPÍRITO SANTO

3.que foi concebido pelo Espírito Santo, nasceu da virgem Maria;

JESUS QUE FOI CONCEBIDO PELO ESPÍRITO SANTO

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes que coabitassem, achou-se grávida pelo Espírito Santo. José, seu marido, sendo justo e não querendo difamá-la, resolveu deixá-la secretamente. Projetando ele isto, em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta: a virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco. José, despertando do sonho, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher. Mas não a conheceu até que ela deu à luz um filho. E ele lhe pôs o nome de Jesus.”

Mateus capítulo 1 descreve o nascimento de Jesus em detalhes. Pela lógica humana, não poderia ser possível a uma virgem que nunca esteve com um homem ter um filho. A gravidez era possível somente quando havia relação sexual entre um homem e uma mulher. Por esse motivo, através da história em todos os tempos, esse tipo de nascimento é visto apenas como um mito. Todavia, isso foi possível para Deus.
Nós podemos entender isso se analisarmos atentamente a razão pela qual Jesus nasceu. A razão de Jesus Cristo, que é Deus em Sua essência, ter nascido em forma humana através da virgem Maria foi salvar Seu povo de todos os seus pecados. Em outras palavras, para salvar os pecadores dos seus pecados, Ele mesmo teve que vir como o Salvador. Para salvar os pecadores, foi necessário Alguém sem pecado para servir de propiciação pelos nossos pecados (1 João 2:2), e esse Alguém foi Jesus Cristo, que era o próprio Deus.
ENTRE E VEJA

Para uma virgem que estava prometida em casamento, ter um filho era um ato que merecia uma repreensão da sociedade por ser uma conduta ilícita. Isto poderia até mesmo ser um pecado que mereceria a pena de morte entre os judeus naqueles tempos. A Lei ordenava que qualquer um que cometesse adultério deveria ser apedrejado. Hoje de acordo com a lição da Bíblia descrita acima, Maria e José estavam para se casar. José e Maria temiam ambos a Deus. Então, através da maravilhosa experiência que eles viveram, eles aprenderam a seguir o plano de Deus com a fé que teme a Deus.
A Bíblia registrou especificamente esse evento histórico em Isaías 7:14: “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel.” E novamente, Isaías 9:6 afirma: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o principado está sobre os seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” E isso se cumpriu.
Também em Miquéias 5:2 foi registrado: “Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.” O nascimento de Jesus foi profetizado nesta passagem de forma definitiva e completa. Os livros de Miquéias e Isaías são profecias que foram registradas pelos profetas Miquéias e Isaías quando a Palavra de Deus veio até eles, inspirada pelo Espírito Santo. Eles sabiam através da profecia de Deus sobre o nascimento de Jesus Cristo, que aconteceria por volta de 700 anos depois de seus dias, e registraram isso.
Além dessas passagens, há muitos lugares na Bíblia que profetizam o nascimento de Jesus direta e indiretamente. Isso é realmente maravilhoso. O nascimento de Jesus seria um mistério impossível de entender se não tivesse sido desenhado e realizado pelo próprio Deus. Isto prova que Deus Pai havia planejado o nascimento de Jesus desde a eternidade, isto é, desde o início, até mesmo antes da terra vir a existir (Provérbios 8:23).
A Bíblia é composta por 39 livros no Antigo Testamento e 27 livros no Novo Testamento, num total de 66 livros. O Antigo Testamento é composto pelos Livros da Lei e os Livros Proféticos, enquanto que o Novo Testamento contém os Evangelhos, as Epístolas, e o Apocalipse. Quase todo o Antigo Testamento foi escrito em hebraico e aramaico e o Novo Testamento em grego. A força do hebraico é seu significado preciso e a força do grego o seu extenso vocabulário.
A Bíblia foi escrita por mais de 1600 anos através dos séculos por quarenta pessoas em vários diferentes lugares. Como resultado disso, a falta de credibilidade na sua unidade é a visão geral de muitos. Entretanto, ela não foi escrita pela inteligência de nenhum homem, mas foi escrita ao contrário inspirada pelo Espírito Santo. Portanto, todas as profecias sobre o nascimento de Jesus coicidem historicamente com os eventos e fatos que aconteceram.
2 Timóteo 3:15-17 registrou: “e que desde a infância sabe as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente preparado para toda boa obra.” Essa passagem prova claramente que a Bíblia é autêntica e que seu autor é o próprio Deus. E nós temos que saber que, não somente Isaías, mas todos os 66 livros do Antigo e do Novo Testamento na Bíblia são profecias e registros do nascimento e da obra de Jesus Cristo.
Lucas 24:27 registrou: “E começando por Moisés, e por todos os profetas, explicou-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras,” e o versículo 44 registra: “Jesus lhes disse: são estas as palavras que vos falei estando ainda convosco, que era necessário que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos.” Essas passagens tornam claro que Jesus é o mestre que foi falado em toda a Bíblia.
Então qual foi o motivo para Jesus nascer, que foi profetizado e testificado através dos séculos, do corpo da virgem Maria como um ser humano? No nome ‘Jesus’ o propósito e o significado do Seu nascimento são claramente explicados. Assim como damos significado a um nome quando o colocamos em alguma coisa, Jesus significa “Aquele que salvará o Seu povo dos seus pecados.” O fato do nome Jesus ter sido dado a Ele dentre todos os nomes é o sinal verdadeiro que mostra o propósito de Seu nascimento.
O Criador Todo-Poderoso veio a esse mundo numa forma humana humilde. Isto mostra a maravilhosa graça que Ele trouxe a nós. A razão de Jesus ter vindo como um ser humano é porque Ele nos amou muito.
João 3:16 registrou: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” O que essa passagem nos diz é que qualquer um que crer em Jesus pode entrar no Céu.
Não haveria ninguém nesse mundo que sacrificasse seu filho por um criminoso. E se isso não acontece nem com os seres humanos, o fato do Criador ter nascido num corpo humano em favor dos seres humanos que são como insetos nos diz o quanto o Santo Deus Triuno amou esse mundo. Portanto, se alguém rejeita Seu amor incondicional, ele merece ser condenado por essa teimosia.
João 8:24 afirma: “Eu vos disse que morreríeis nos vossos pecados; se não crerdes que eu sou, morrereis nos vossos pecados.”
Aqui, o que a passagem “se não crerdes que eu sou” significa? Significa que “você não crê que Deus enviou Seu único Filho e esse único Filho era Jesus Cristo.” O motivo de Jesus vir a esse mundo foi para salvar os pecadores de todos os seus pecados como está registrado em Mateus capítulo 1.
A obra do Antigo e do Novo Testamento é a obra do Espírito Santo. O Espírito Santo é real e está vivo. Assim como é verdade que Jesus veio a esse mundo para levar os pecados do mundo, foi crucificado na Cruz e ressuscitou ao terceiro dia, o Espírito Santo é outra pessoa, e o verdadeiro Espírito Santo de Deus assim como Jesus Cristo. O Espírito de Deus, o Espírito Santo, também é o próprio Deus.
Eu disse antes que a obra da Bíblia é a obra do Espírito Santo. Gênesis 1:2 regitra: “A terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas.” O Espírito de Deus nesta passagem é o Espírito Santo. O Espírito Santo realmente existe como de fato Deus Pai e Jesus existem. O Espírito Santo também é mencionado na lição das Escrituras que vimos hoje: “estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes que coabitassem, achou-se grávida pelo Espírito Santo.” Esta passagem nos diz que Jesus foi concebido em Maria pelo Espírito Santo.
Por essa razão, na realidade, Deus Pai, Jesus o Filho, e o Espírito Santo são o mesmo Deus para nós. Para que Jesus viesse a este mundo como nosso Salvador, houve a colaboração de Deus Pai e do Espírito Santo para que fosse possível a Jesus se tornar o Salvador. Contudo, algumas pessoas acham difícil acreditar nisso e exigem uma prova que comprove esse fato, dizendo que isso é um absurdo. Então, eu posso explicar a essas pessoas a obra da Trindade em detalhes nas Escrituras através das obras de Deus Pai, Jesus o Filho e o Espírito Santo. Assim como você realmente existe, Jesus, o Espírito Santo, e Deus Pai também existem de fato. Assim como todos nós somos seres humanos, mas cada indivíduo é único e diferente um do outro, o papel de cada um na Trindade é diferente, mas eles são um só Deus. Eu devo dizer a vocês que o Espírito Santo é o Espírito divino.
O Divino Espírito, o Espírito Santo é uma pessoa, e tem Seu próprio caráter independente. Foi pela obra do Deus Triuno que o Salvador da humanidade, Jesus, veio a esse mundo através de Maria. Por esse motivo, nós sabemos que na obra da salvação, o Pai, o Filho e o Espírito Santo trabalharam juntos. Foi por isso que Jesus ordenou aos Seus discípulos para “ir e fazer discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo” (Mateus 28:19) antes de ser assunto aos céus. A obra de Deus que criou o universo e toda a obra que Deus realizou não foi realizada por Deus somente, ou realizada pelo Seu Filho, mas elas foram realizadas juntamente por Deus Pai, o Filho, e o Espírito Santo tendo eles entrado em acordo sobre todas as obras e as realizando.
Nós somos salvos dos nossos pecados crendo naquilo que o Salvador fez por nós. Como Jesus é um ser real, o Espírito Santo é um ser real sendo outro caráter do Deus divino. Assim como Jesus é um Ser verdadeiro, o Espírito Santo é um ser verdadeiro sendo outra Pessoa do Deus divino assim como Jesus. Portanto, todas as obras no universo são as obras do Deus Triuno. De fato, não somente o Espírito Santo habita no coração daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, mas Ele também nos diz e nos ensina a verdade e nos guia pelo caminho da vida.
Vamos ver João capítulo 14. João 14:25-26 diz: “Tenho- vos dito isto, estando convosco. Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.”
É por isso que a Bíblia chama o Espírito Santo de Ajudador. O Espírito Santo que o Pai enviaria “nos ensinaria todas as coisas e nos faria lembrar de todas as coisas que Ele disse.” O Espírito Santo Ajudador nos ensina a verdade. Ele nos ensina a verdade sobre todas as coisas tal como agradar a Deus Pai e qual é a Sua vontade. De mesma forma, Aquele que nos lembra o que o Senhor nos ensinou é o Espírito Santo. É por isso que a Bíblia nos diz que “a unção, que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade que alguém vos ensine. Mas como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecei” (1 João 2:27). Isso significa que o Espírito Santo nos ensina como Deus habita em nossos corações. É por isso que o Espírito Santo é o Ajudador.
As Escrituras descrevem Jesus Cristo em detalhes assim como as obras do Espírito Santo. Todos os livros do Novo Testamento, tal como os quatro Evangelhos, Atos, as Epístolas Paulinas, as Epístolas de Tiago, Pedro e João, e até mesmo o Apocalipse e os ensinamentos de Jesus. Nos tempos dos quatro Evangelhos, Jesus mesmo os ensinou. Quando o período do Evangelho acabou, Jesus foi assunto aos céus. Mas Ele prometeu que enviaria o Espírito Santo no dia de Pentecostes, e desde então tem sido a era do Espírito Santo.
Este é o tempo do Espírito Santo. Este tempo que eu e você vivemos é o tempo em que o Espírito Santo está trabalhando. Este tempo que você e eu estamos vivendo é o tempo do Espírito Santo, e o Espírito Santo habita em nós, e nos faz anunciar o evangelho. E Ele nos ajuda a compreender a Verdade, repreende nossos pecados, nos leva a seguir a vontade de Deus corretamente, e supre o que está faltando em nós. Além disso, Ele nos ajuda a entender o que está errado, e faz-nos lembrar a Palavra.
O evangelho da água e do Espírito é o evangelho do Espírito Santo. Isto significa que o Espírito Santo trabalha com o evangelho da água e do Espírito. Por que o Espírito Santo faz esse trabalho? Porque esse é tempo do Espírito Santo. Jesus Cristo nasceu neste mundo, e levou nossos pecados pelo Seu batismo, recebendo o juízo, ascendendo aos Céus, e voltará algum dia. Até que Jesus volte, o Espírito Santo trabalha junto com a Palavra de Deus.
O Espírito Santo é o Deus que trabalha através da Palavra. Quando Maria aceitou a mensagem de Deus, o Espírito Santo operou para que ela tivesse o menino Jesus. O Espírito Santo capacitou Maria e tornou possível o nascimento do menino Jesus quando ela ouviu a Palavra de Deus e aceitou Sua mensagem dizendo: “eu sou a serva do Senhor. Cumpra-se em mim segundo a tua palavra.” Desse modo, o Espírito Santo operou através daquilo que havia profetizado.

Mateus 1:22-23 diz: “Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta: a virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco.” Devemos entender que o Espírito Santo trabalha para aqueles que crêem na Palavra de Deus.

Em Lucas, a Bíblia nos diz que o anjo Gabriel, que havia aparecido a Isabel, também apareceu a Maria e disse a ela: “Bendita és tu entre as mulheres! O Filho que tu vais gerar será grandioso!” O Grandioso aqui quer dizer o Salvador. Então Maria temeu e perguntou a ele: “Como se fará isto, visto que não tenho relação com homem algum?” Gabriel então disse a ela que “até Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice, sendo este o sexto mês para aquela que era considerada estéril.” Então Maria aceitou as palavras de Deus que o anjo lhe trouxe e disse: “eu sou a serva do Senhor. Cumpra-se em mim segundo a tua palavra.” O anjo então a deixou, e Jesus assim nasceu dela. Este é um bom exemplo de como o Espírito Santo trabalha.
Atualmente, o Espírito Santo ainda está no mundo trabalhando em nossos corações. Como o Espírito Santo trabalha? Quando cremos na Palavra de Deus, o Espírito Santo trabalha através da Palavra de Deus. Quando nós pregamos o evangelho àqueles que ainda não aceitaram Jesus, é o Espírito Santo que trabalha dentro deles. Quando você e eu anunciamos o evangelho e a Palavra de Deus, o Espírito Santo que está em nós trabalha na vida daqueles que ainda não nasceram de novo. Quando o evangelho é anunciado, o Espírito Santo trabalha dentro deles, os ajudando a compreender o evangelho. Quando as pessoas ouvem e pensam nele, o Espírito Santo os ensina a Palavra de Deus e o que ela quer dizer, e trabalha dentro deles para ajudá-los a compreender o evangelho. Como consequência disso, as pessoas recebem a remissão de pecados. Pelo fato de Deus ter-nos dado o entendimento através da Sua Palavra, o Espírito Santo opera através daquilo que foi escrito nas Escrituras.
Nossa Salvação foi planejada por Deus em Jesus Cristo antes da criação, e Jesus Cristo, o Filho, veio a esse mundo e realizou a nossa salvação por meio da água do batismo e do sangue. E o Espírito Santo nos dá certeza da redenção que recebemos que foi plenajada por Deus Pai e executada pelo Filho. O Espírito Santo, como o Ajudador, nos ajuda a sermos fortes na fé, dizendo: “vocês estão crendo corretamente, creiam assim, isso é correto.”
Sendo assim, o Espírito Santo é Ajudador e Mestre para cada um de nós. É por isso que o tempo do Espírito Santo é o tempo do Novo Testamento, e o tempo do Novo Testamento é o tempo do Espírito Santo. Portanto devemos entender que estamos vivendo no tempo do Espírito Santo.
É verdade que Maria concebeu um filho pelo Espírito Santo porque ela aceitou as palavras que Deus lhe disse, e pela obra do Espírito Santo, o menino Jesus nasceu neste mundo. Nós somos gratos a Deus por Ele nos ter dado esta salvação. A obra do Espírito Santo nos torna aptos a receber a salvação.
Concebido pelo Espírito Santo significa que a salvação que recebemos vem de Deus. Esta não foi uma obra realizada por um grande fundador de uma religião mas por Deus Pai, o Filho e o Espírito Santo que nos fez Seus filhos. Foi assim que fomos salvos dos nossos pecados e recebemos a remissão de pecados. É por isso que de fato fomos salvos pela obra do Espírito Santo. E é por isso que somos gratos.
De uma maneira geral, nós conhecemos a Jesus muito bem, mas não conhecemos muito sobre o Espírito Santo. Contudo, na verdade, Aquele que habita em nós é o Espírito Santo. Como é dito que Jesus está no Espírito Santo e que o Espírito Santo está em Jesus Cristo, que o Filho está no Pai e o Pai está no Filho, foi Jesus que limpou os nossos pecados antes de subir aos Céus, e agora é o Espírito Santo que vive em nós pela nossa fé. Jesus Cristo, com certeza, veio a esse mundo, apagou todos os meus e os seus pecados, e ascendeu, e agora a fé que crê em Jesus Cristo, na Palavra de Deus e no Espírito Santo habita em nossos corações. Você e eu estamos sob os cuidados do Espírito Santo.
Portanto nós devemos conhecer o Espírito Santo muito bem. Se você e eu desagradarmos o Espírito Santo que vive em nós, estaremos desagradando a Deus. Quando nós agradamos o Espírito Santo que vive em você e em mim seguindo Suas instruções, não apenas nós nos alegramos, mas Deus também se agrada. Por esse motivo, assim como nossa fé que crê em Jesus Cristo em nossos corações deve ser imutável, devemos também conhecer o Espírito Santo que vive em nós. Quando nós conhecemos o Espírito Santo, podemos ter uma relação adequada com Deus. E somente quando conhecemos o Espírito Santo, o Espírito Santo opera em nós, e faz intercessão a Deus em nosso favor, nos ajuda a entender a vontade de Deus, e nos guia por caminhos de justiça. Mas se nós desagradarmos o Espírito Santo, então o Espírito Santo se sentirá mal, e irá dizer: “já que você só faz o que quer, então tome conta de si mesmo,” assim nos sentiremos como tendo sido abandonados por Deus e nos sentiremos deprimidos e confusos e como se estivéssemos a 6000 quilômetros de Deus. Por isso, devemos conhecer bem o Espírito Santo, que vive em nós. Pela obra do Espírito Santo em você e em mim, Jesus nos salvou e o Espírito Santo ainda opera em nós nos guiando pelo caminho.
Você compreende isso? –Sim.– A razão de você entender isso, é porque você recebeu a remissão de pecados, e agora o Espírito Santo habita em você. Aqueles que ainda não foram salvos e por isso não têm o Espírito Santo em seus corações não podem entender a Palavra de Deus e dizem que isso não tem lógica. Não existe nada mais lógico do que a Bíblia que foi escrita inspirada pelo Espírito Santo. A introdução, o corpo, e a conclusão da Bíblia são muitos claros e óbvios. Todavia, aqueles que não nasceram de novo de maneira alguma podem ver a autenticidade da Bíblia. Sendo assim, Jesus os reputa como cegos, dizendo: “Pode o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?” (Lucas 6:39)
Uma vez eu conheci um pastor. Esse pastor um dia me disse: “se você puder me explicar pela lógica humana como Jesus nasceu de uma virgem, aí então eu vou crer na Palavra de Deus como ela é.” Assim como muitos teólogos possuem esse tipo de fé, esse pastor não era diferente. Eu fiquei assustado por ele ter dito que creria em Jesus se eu explicasse a ele como uma virgem que não havia conhecido nenhum homem poderia ter um filho. Então eu perguntei a ele.
“Você é pastor?”
“Sim, eu sou pastor, e também sou diretor de uma organização de alunos cristãos na universidade.”
“Diretor? Qual é a função de um diretor?”
“A função é ajudar os alunos a entender o Cristianismo, para que eles possam ter fé.”
“Como diretor, você não acredita no nascimento de Jesus? Você não acredita que Jesus foi concebido pelo Espírito Santo da virgem Maria, nasceu neste mundo, e nos salvou dos nossos pecados?”
“Não, eu não acredito nisso.”
“Então primeiro, você deveria ter vergonha de si mesmo. Segundo, você não pode se considerar um pastor que cuida das Suas ovelhas. Você não passa de um pastor profissional que simplesmente faz isso para ganhar a vida.”
Ele disse que é até possível uma galinha botar ovos não fecundados, mas ter um bebê sem conhecer homem algum é impossível.
Eu disse: “É por isso que eu estou dizendo que você não é um pastor legítimo mas está fazendo isso apenas para ganhar a vida. Como você pode levar os alunos a Jesus se você não entende nem tem fé nisso? Você deveria deixar essa organização de alunos cristãos que você está dirigindo. Você não está os levando a Jesus. você está destruindo suas almas.”
É lamentável que alguém que se considere um pastor não entenda o nascimento de Jesus pelo Espírito Santo. Para dizer a verdade, se o Espírito Santo não vive em você, é impossível que você entenda o nascimento de Jesus como está escrito na Bíblia. Como é que você entende o nascimento de Jesus? Existe hoje uma coisa chamada inseminação artificial, todavia, até mesmo para isso é necessário um esperma e um óvulo. Como seria possível então alguém nascer apenas com um deles? Entretanto, o nascimento de Jesus foi possível porque foi obra de Deus.
O evento no qual o menino Jesus nasceria da virgem Maria por obra do Espírito Santo foi profetizado mais de 700 anos antes de Jesus nascer. Por que existe a passagem de Isaías: “a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel”? Quando Deus permite que conheçamos o plano maravilhoso que Ele tem para nós, Ele sempre o revela através de um evento único que não é possível acontecer pelo poder humano.
Houve um tempo em que Israel foi dominado pelos seus inimigos e todo o povo em Israel foi tomado cativo. Era impossível tomar de volta essa nação das mãos dos inimigos. Contudo, Deus prometeu que essa nação seria restaurada em 70 anos. Ninguém acreditou nisso, mas o milagre aconteceu pelas mãos de Deus.
Exatamente como o maravilhoso milagre do profeta Isaías “a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel” de fato aconteceu. É impossível pela lógica humana, mas Deus havia prometido que Ele operaria através desse milagre, e Ele realmente o fez. Como Deus opera com Seu grande poder para salvar a mim e a você? Assim como Ele enviou Seus profetas para profetizar, Ele ainda envia os anjos Seus servos para trazer Suas mensagens e salvar todo aquele que crê nessas mensagens. Por esse motivo, a salvação para você e para mim é obra do Espírito Santo.
Pelas obras do Deus Triuno – Deus Pai, Jesus o Filho, e o Espírito Santo, nós fomos salvos. Desta forma, até agora Deus envia o Espírito Santo a todos aqueles que aceitam Sua Palavra e faz deles filhos de Deus. Quando nós fomos salvos, nós nos salvamos ou recebemos o Espírito Santo porque alguém gritou: “receba esse fogo” ou “receba o Espírito Santo”? Não, nós não fomos. O Espírito Santo sempre opera através da Palavra. Mesmo que leiamos a Palavra por nós mesmos, ou alguém a pregue para nós, se crermos na Palavra, o Espírito Santo opera em nós para nos ajudar a entender a Palavra e nos dar segurança. Assim o Espírito Santo cumpre em nós a Palavra como está escrito. É por isso que Deus concede o Espírito Santo como um dom a todo aquele que crê na Palavra.
Você e eu recebemos a verdadeira graça salvadora através da obra do Espírito Santo. Aqui, o fato da virgem Maria ter concebido o menino Jesus pela sua fé na Palavra, e você ter sido salvo por crer no evangelho da água e do Espírito, e assim Jesus ter vindo a habitar dentro de você por meio do Espírito Santo são o mesmo princípio. Se você crê na Palavra de Deus, você receberá a remissão dos seus pecados, e então se tornará um filho de Deus. E quando você se torna um filho de Deus, o Espírito Santo vive em você.
Jesus Cristo é o Filho de Deus que veio pelo Espírito Santo. Jesus, o Filho de Deus, não tinha pecado. Ele opera em nós da mesma forma que está escrito na lição das Escrituras. Assim como Maria aceitou a mensagem dos anjos, o Verbo se tornou carne e nasceu como o menino Jesus. É assim que a Palavra opera. Foi assim que Jesus se tornou nosso Salvador.
Quando nós dizemos “a obra do Espírito Santo”, alguém pode imaginar que o Espírito Santo apareceu a Maria e disse: “Eu vou operar através de você de agora em diante,” e agiu como se fosse uma mágica. Mas não foi assim que isso aconteceu. Não foi assim que Deus operou. Um vez que Deus enviou Sua Palavra, se nós aceitarmos a Palavra de Deus, o Espírito Santo trabalha em nós junto com a Palavra de Deus, e como resultado, a Palavra se cumpre em nós por crermos nela. O mesmo princípio é aplicado ao nascimento de Jesus e ao nosso novo nascimento. Foi assim que aconteceu quando você recebeu a remissão dos seus pecados. Foi isso que aconteceu quando eu nasci de novo. Quando nós aceitamos e cremos na Palavra de Deus, nossos pecados são realmente apagados e o Espírito nos assegura disso.
É assim que Jesus e o Espírito Santo operam. Isto não é maravilhoso? Maria aceitou as palavras de Deus e Jesus nasceu. O que aconteceu quando você e eu aceitamos a Palavra da salvação que veio através do batismo de Jesus e do Seu sangue na Cruz? A alma de vocês nasceram de novo como justas ou não? Elas nasceram de novo sim. O Espírito Santo estava em Jesus ou não? Estava. O Espírito Santo estava em Jesus desde o Seu nascimento. O Espírito Santo está em nós que nascemos de novo da água e do Espírito? Está sim. Este é o mesmo milagre. Esta é a mesma Palavra.
Você compreende a Palavra onde Jesus nasceu pela obra do Espírito Santo? –Sim.– Esta é a mesma obra. É maravilhoso. Portanto, quando nós recebemos a remissão dos nossos pecados aceitando a Jesus, isto não é o fim. O Espírito Santo que vive em nós nos ensina, e nos guia como um Mestre. Por essa razão, é o Espírito Santo que está em nós que nos governa, nos ensina e nos guia.
Portanto, nós não estamos sozinhos. Deus, o Espírito Santo, está sempre conosco. Você está com Deus. Da mesma forma, o Espírito Santo também nos ajuda nas nossas fraquezas quando estamos com problemas ou passando provação. Porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Romanos 8:26). Se nós não soubermos o que fazer, é o Espírito Santo que nos ensina, “não existe outro caminho, só este.” Ele nos faz lembrar da Palavra de Deus, e nos conforta. Quando estamos magoados, Ele sonda nossos corações e nos conforta. É dessa maneira que estamos sempre com o Espírito Santo.
Você é eu recebemos a maravilhosa salvação. A salvação que você e eu recebemos foi realmente maravilhosa. O Pai, o Filho, e o Espírito Santo criaram o universo, para que você e eu pudéssemos receber esta salvação e nos tornássemos filhos de Deus. Nós temos que saber disso.
Por que Deus criou o mundo? Ele criou o mundo para que pessoas como eu e você, aqueles que receberam a remissão de pecados, pudessem ser os senhores dessa terra. É por isso que a nossa salvação foi planejada antes da criação. Foi planejado muito tempo atrás na eternidade que você e eu seríamos salvos dos nossos pecados agora. Segundo a Providência que Deus planejou antes da criação, nós não somente fomos salvos dos nossos pecados, mas também nos tornamos os filhos de Deus que têm o Espírito Santo vivendo dentro de nós. Por esse motivo, na realidade, nós vivemos como príncipes e princesas, como filhos de Deus no Seu Reino. Embora nós não possamos ser príncipes e princesas de fato enquanto estivérmos vivendo nesse mundo, nós somos príncipes e princesas no Seu Reino. Nós somos pessoas muito importantes, os verdadeiros VIP’s. Nós somos as pessoas importantes que receberam de fato a verdadeira salvação.
É por isso que o Natal é maravilhoso e tem um grande significado. Quando o menino Jesus nasceu após ter sido concebido pelo Espírito Santo, e Maria O concebeu aceitando as palavras de Deus, e Ele nasceu depois de 10 meses, a obra da salvação começou. É por isso que nós nos lembramos do Natal e o celebramos. Nós cantamos “que o mundo se alegre, o Senhor chegou” no dia que o Senhor nasceu da virgem Maria, que aceitou as palavras de Deus que foram enviadas a ela por Deus. Nós comemoramos o dia dessa maravilhosa obra.
Para ser preciso, Jesus não nasceu num dia frio onde a face das águas estavam congeladas, mas num dia quente quando os pastores estavam no campo com suas ovelhas. Ao invés de darmos muita importância a essa data precisamente, nós designamos uma data para que todo o mundo em união comemore o dia em que o portal da salvação se abriu após ter sido concebido pelo Espírito Santo, e para nos lembramos em nossos corações a salvação que recebemos. O que é importante não é o dia em si, mas ao contrário o fato de Jesus ter vindo a esse mundo, e que Maria aceitou as palavras de Deus para que o menino Jesus nascesse.
Nós meditamos novamente sobre a salvação quando celebramos esse dia. Devemos nos unir novamente àqueles que agradam o Espírito Santo ao nos lembrarmos da salvação que recebemos pela obra do Espírito Santo e que Ele vive em nós. Amados irmãos em Cristo, somos pessoas que são realmente abençoadas com maravilhosas bênçãos. Maria foi considerada abençoada mas eu e você somos igualmente abençoados. Isso é verdade? –Sim.–
O Natal é um dia que fazemos farra junto com as namoradas, os namorados, os pecadores e a família? Ou é uma noite silenciosa, uma noite santa que passamos fazendo boas obras ao comemorarmos e lembrarmos que o Senhor veio para nos salvar? É uma noite para boas obras. Eu estou dizendo a vocês em primeira mão. E digo a vocês sem medo que não existe ninguém aqui que entenda o significado do Natal e se sinta mal por não festejá-lo. Eu digo isso com receio que alguém possa pensar: “por que eu não estou bebendo como todo mundo, mas estou passando em silêncio?” E se sinta oprimido pelo complexo de inferioridade. A melhor maneira de se passar o Natal é em silêncio, meditando sobre o significado desse dia, ou fazendo algumas boas obras. Não poderia haver um Natal mais memorável do que se nós proclamássemos o evangelho nesse dia, e como resultado, alguém recebesse a remissão de pecados. Assim como o menino Jesus nasceu porque a virgem Maria aceitou as palavras de Deus, se um pecador se tornar uma pessoa justa e nascer de novo aceitando a Palavra quando nós compartilharmos com ele o evangelho como o pequeno Jesus nasceu nesse mundo, poderia haver um Natal mais significativo do que este? Meu desejo é que você tenha esse tipo de Natal justo, e se de alguma maneira for possível, que você tenha um Natal significativo também.
Eu também desejo que você olhe ao redor de você para ver se existe alguém triste ou sofrendo durante este Natal. O Natal é um feriado que o mundo inteiro comemora. Todavia, devemos acreditar e lembrar que este pode ser um feriado muito infeliz para alguns a fim de fazermos deste um Natal que ajude as outras pessoas.
O Natal é um dia alegre de gratidão. Quanto a mim, eu desejo que a publicação dos nossos quatro livros do evangelho seja feita rapidamente para que eu possa doá-los no Natal. Eu ouvi que meu primeiro livro será enviado amanhã para os Estados Unidos, e eu espero que esse livro seja colocado no Amazon.com em breve, para que mais pessoas possam lê-lo ano que vem. Como existem livros sendo publicados em chinês, eu espero que a publicação seja feita logo para que eles possam distribui-la em Hong Kong e na China no próximo ano. Assim como Maria concebeu o menino Jesus aceitando as palavras de Deus, meu desejo é que os chineses possam aceitar Jesus e receber a remissão de pecados da mesma maneira. Este não é seu desejo também? –Sim.– Eu desejo que na medida do possível você tenha um Natal muito significativo e alegre com os outros justos.
Nós somos gratos a Deus por Sua salvação e por Ele nos proteger. Nós vemos muitos acidentes na época do Natal, e nós somos gratos a Deus por nos livrar desses acidentes. Há muitos acidentes de trânsito por causa da bebiba e também jovens cometendo crimes para arrumar dinheiro para se divertir. Devemos ter muito cuidado durante o feriado nesse Natal.

Meu desejo é que você ore a Deus constantemente por Sua proteção, para poder pregar o evangelho, por Seu Reino, pela sua segurança, pela segurança da Sua igreja, e a segurança dos servos de Deus e amados cristãos, e pela salvação de muitas almas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário